Apresentando o Molotov

Autor: Cézar Augusto de Campos
17 de janeiro de 2021

O que é molotov

Olá, pessoal.

Eu gostaria de apresentar para vocês a solução que trago para as pessoas que querem criar um pendrive bootável do Windows 10, através do Linux usando um método bem simples, o Molotov.

O Molotov é um utilitário de linha de comando que criei após o bug das dependências do WoeUSB. A razão pela qual eu criei este programa é porque o WoeUSB possui alguns problemas que eu viso corrigir com a criação do Molotov.

Quais problemas seriam esses?

Além disso, ao tentar ler o código-fonte, encontrei vários comentários de pessoas que não entendiam o que aquela parte do código faz e por essa razão ninguém tinha coragem de tirar fora, entre outras coisinhas mais. O meu objetivo aqui não é difamar ninguém e muito menos o criador do WoeUSB pelos problemas que apresentei acima e sim explicar o por que meu programa é melhor.

O Molotov é:

Para usar o Molotov é bem simples, vá para a minha página no GitHub e baixe o pacote ".deb":

Após baixar o pacote, você instala ele com o seguinte comando:

# apt-get install ./molotov_1.0_all.deb

E agora para usá-lo, é só digitar isso no terminal:

# molotov -i <imagem-iso> -d </dev/sdX> [opções]

Simples, não? Lembrando que o <seu_pendrive> dever ser um dispositivo bloco tal como /dev/sdX.

Além disso, o Molotov segue os padrões de codificação GNU para linha de comando, possui um manual de instruções e é nativo para o Debian Bullseye.

Então, espero que daqui a alguns anos o Molotov esteja em todas as distribuições derivadas.

Um abraço a todos.